Como realizar a calibragem de pneus corretamente?

>>>Como realizar a calibragem de pneus corretamente?
Seguro Auto

Por |2018-09-18T13:24:31+00:0028 / fev / 2018|
Como realizar a calibragem de pneus corretamente?6 min read
Avalie esse post

Pouca gente, principalmente quem acaba de adquirir o primeiro carro, realiza a calibragem de pneus do carro com a frequência que é necessária e da forma correta, e isso pode acarretar prejuízos para o veículo, gasto excessivo de combustível e problemas com a roda do carro.

Foi pensando nisso que separamos algumas respostas mais comuns que as pessoas costumam ter quando o assunto é calibragem de pneus. Confira se você está fazendo certo agora mesmo em nossa matéria!

Quais os malefícios de trafegar com os pneus descalibrados?

Andar com os pneus calibrados acima ou abaixo do limite indicado pelo fabricante pode ocasionar muitas perdas para o motorista. Para começar, existe o desgaste prematuro do pneu, dos componentes do carro e terminais de direção.

Além disso, a estabilidade durante as curvas é comprometida, existe aumento do consumo de combustível, a direção fica mais “pesada” e o carro fica mais difícil de ser dominado, comprometendo a segurança no trânsito.

Em dias de chuva, a calibragem correta do pneu faz toda diferença para a maior estabilidade do carro, pois pneus calibrados abaixo do indicado favorecem a aquaplanagem do veículo.

Os pneus calibrados acima do indicado também causam desgastes para o veículo, e o principal desgaste acontece na suspensão. Além do mais, a área de contato entre os pneus e o asfalto diminui, aumentando o risco de acidentes.

Quando é necessário fazer a calibragem de pneus?

Os pneus devem ser calibrados quando a pressão dentro deles for menor do que aquela indicada pelo fabricante. Para isso, é importante fazer a checagem semanalmente para garantir que o veículo trafegue sempre em perfeitas condições.

A calibragem ideal vem indicada no manual de usuário, em etiquetas localizadas na carroceria do veículo e também na tampa de combustível.

Existe mais de um tipo de calibragem de pneu ideal?

Sim, existem vários tipos de calibragem de pneu, e elas variam de acordo com a quantidade de peso que o veículo está carregando. Por isso, antes de realizar uma viagem, por exemplo, é muito importante verificar quais são as calibragens indicadas pelo fabricante para garantir uma viagem segura para toda a família.

Os pneus devem estar frios ou quentes na hora de calibrar?

O ideal é calibrar os pneus quando eles estiverem frios, pois a pressão dentro deles é diferente conforme a temperatura, e o número indicado pelo fabricante é sempre referente ao pneu próximo à temperatura ambiente.

Para isso, certifique-se de que você rodou no máximo 3 km com o veículo antes de realizar a calibragem de pneus, ou então que eles ficaram sem uso por, no mínimo duas horas. Caso o percurso seja maior ou o tempo de descanso tenha sido menor que o indicado, o ideal é colocar de 2 a 4 psi a mais do que o apontado pelo fabricante.

Posso calibrar os pneus com gás nitrogênio?

Apesar de não ser muito comum, a calibragem de pneus com gás nitrogênio é uma ótima alternativa ao ar comprimido. Isso por que ele consegue manter a pressão correta por mais tempo, e as mudanças que acontecem são quase imperceptíveis.

O ar comprimido possui muita umidade, por isso ele tem uma capacidade maior de evaporar quando as temperaturas são muito elevadas. Por isso, a pressão do pneu cai com muito mais facilidade quando ajustada com ele.

É obrigatório usar a pressão indicada pelo fabricante?

Existem algumas situações em que a pressão pode ser diminuída para melhorar o desempenho do veículo por meio do aumento da área de contato entre os pneus e o solo. Alguns exemplos são em lugares com muita lama, para aumentar a capacidade de flutuação, e em locais com areia, para melhorar a tração.

Agora, é imprescindível utilizar a calibragem de pneu indicada pelo fabricante em áreas rochosas, molhadas ou alagadas.

Qual o local mais indicado para calibrar os pneus?

É possível encontrar os aparelhos de calibragem em postos de combustível, lojas de pneus ou em oficinas especializadas. Atualmente, em todos esses locais os aparelhos são de ótima qualidade e estão sempre ajustados de acordo com as indicações.

O importante é escolher um lugar que fique mais próximo a sua casa ou trabalho, já que os pneus precisam estar frios na hora da calibragem.

Existem diferenças na pressão dos pneus traseiros e dianteiros?

Existem alguns fabricantes, como a Ford e a Honda, que indicam pressões diferentes para os pneus dianteiros e para os traseiros, mas isso não é um consenso. O ideal é que você siga o que está descrito no manual de usuário do seu carro – se ele aconselha a calibragem de pneus diferenciada, é isso que você deve fazer.

Agora, uma coisa é consenso para aumentar a durabilidade dos pneus: fazer o rodízio, ou seja, a troca periódica das rodas dianteiras e traseiras. Esse ato é indicado para que as borrachas tenham um desgaste uniforme, prolongando assim a vida útil dos pneus e assegurando estabilidade ao veículo.

É importante calibrar o estepe?

Se alguns motoristas se esquecem de calibrar os pneus que estão em uso, imagine o estepe. Apesar de não sofrer os desgastes em sua borracha, ele também perde a pressão inicial e isso pode ser perigoso em um momento de necessidade. Afinal, nunca sabemos quando necessitaremos colocá-lo em uso.

Por isso, é muito importante também realizar a calibragem do estepe sempre que você ajustar a pressão dos pneus que estão em uso. Um estepe com pouca pressão pode ser precursor de um grave acidente ou te deixar na mão em poucos quilômetros rodados.

Por que os pneus murcham rapidamente?

Algo está errado se seus pneus estão murcham muito rapidamente. Leve seu veículo a uma borracharia e procure por possíveis furos acidentais ou vazamentos de ar. O problema pode ser também na válvula, que deve ser trocada, ou em alguns casos na roda.

Agora que você já sabe todos os macetes para a calibragem de pneus correta, não deixe de conferir semanalmente como está a pressão deles. Evite gastos desnecessários com combustível, garanta que nenhum componente do carro tenha desgastes prematuros e, o mais importante, previna acidentes!

Que tal receber mais dicas como essa e ainda ficar por dentro de todas as nossas novidades? Siga nosso FacebookTwitter e LinkedIn!

Inscreva-se em nossa newsletter

Talvez você também goste