Você conhece os valores de multa de trânsito? Está aí uma coisa que chateia qualquer motorista: ser multado. Na maioria das vezes isso acontece por falta de atenção e negligência mas algumas outras por falta de conhecimento mesmo.   Acontece que em novembro de 2016 o governo federal  aprovou uma medida que reajustou todos os valores das multas de trânsito do Código Brasileiro (CTB) em até 66%. Confira algumas das principais infrações cometidas pelos motoristas e os novos valores de multa de trânsito.

Classificação das multas de trânsito

As multas são classificadas nas categorias leve, média, grave e gravíssima; que como os próprios nomes dizem corresponde ao quão imprudente foram as infrações. Para cada tipo de multa o motorista é penalizado com uma pontuação na sua carteira, além de ter que pagar valores de multa de trânsito pela penalidade.

 

Multas leves – Valores de multa de trânsito

rsz_valores_multa_de_transito_buzinar

As infrações leves correspondem a 3 pontos na carteira do motorista e os valores de multa de trânsito dessa categoria passaram de R$ 53,20 para R$ 88,38. Veja alguns exemplos das multas leves:

  • Usar buzina prolongada e sucessivamente entre 22h e 6h;
  • Transitar por faixa da direita reservada a outro tipo de veículo, exceto para acesso a imóveis ou conversões à direita;
  • Estacionar afastado do meio-fio de 50 centímetros até um metro. Se o veículo estiver a mais de um metro do meio-fio, a infração será considerada média;
  • Estacionar em desacordo com a regulamentação de ponto de taxi, estacionamento rotativo, carga e descarga.

Fora as que foram mencionadas, também é interessante ler sobre:

Multas médias – Valores de multa de trânsito

valores_de_multa_de_trânsito_poça

As infrações médias tem valores de multa de trânsito atualmente de R$ 130,16 e 4 pontos na carteira, antes custava R$85,13 . Veja alguns exemplos de multas médias:

  • Portar no veículo placas de identificação diferentes das especificadas pelo CONTRAM;
  • Deixar de fazer o registro de transferência do veículo no prazo de 30 dias;
  • Estacionar em porta de garagem, em esquina ou a menos de cinco metros da mesma, junto ou sobre hidrante, tampa de registro de água e de galeria subterrânea ou impedir movimentação de outro veículo. Estacionar em locais e horários proibidos pela sinalização ou na contramão;
  • Dirigir veículo com lotação excedente ou fazer transporte remunerado de pessoas ou de bens, quando o veículo não for licenciado para esse fim, salvo com autorização da autoridade competente;
  • Passar propositalmente com o veículo sobre poça d’água para molhar pedestres ou outros veículos;
  • Rebocar outro veículo com cabo flexível ou corda, exceto em situações de emergência.

 

Multas graves – Valores de multa de trânsito

valores de multa de trânsito cinto

Os motoristas que cometem multas graves são penalizados em 5 pontos na carteira. Além disso, os valores de multa de trânsito dessa categoria podem chegar a R$ 195,23, antes custava R$ 127,69. Veja alguns exemplos:

  • Não usar cinto de segurança ou permitir que o passageiro não use;
  • Não sinalizar mudança de direção ou de faixa;
  • Deixar de guardar distância segura, lateral ou frontal, de outro veículo;
  • Ultrapassar pelo acostamento;
  • Transitar pela contramão de direção em via com sentido único ou duplo;
  • Dirigir com farol desregulado, atrapalhando outros motoristas;
  • Conduzir veículo sem equipamentos obrigatórios estabelecidos pelo CONTRAM ou com equipamento defeituoso;
  • Deixar de providenciar a baixa do registro de veículo irrecuperável ou desmontado.

 

Multas gravíssimas –  Valores de multa de trânsito

valores de multa de trânsito beber

Estes são os tipos de infrações mais graves que um motorista pode cometer, então os valores de multa de trânsito aqui são mais altos e as consequências também. A penalidade são 7 pontos na carteira além de um valor de multa de trânsito de R$ 293,47  antes custava R$191,54. Para algumas infrações, que podemos chamar de “mais que gravíssimas” há um fator multiplicador de 3, 5 ou 10; que existe exatamente para tentar de todas as formas inibir o condutor de praticá-las. Vejam alguns exemplos:

  • Dirigir com carteira vencida há mais de 30 dias;
  • Avançar sinal vermelho;
  • Dirigir sob influencia de álcool (este é um dos exemplos que tem multiplicador e a multa por quem for pego é de R$1.915,40);
  • Levar crianças menores de 10 anos no banco da frente;
  • Dirigir sem possuir Carteira de Habilitação ou Permissão;
  • Dirigir ou transportar em moto passageiro sem capacete ou vestimenta adequada;
  • Não prestar socorro a vítima quando o motorista estiver envolvido no acidente (esta infração tem um multiplicador de 3);
  • Dirigir com velocidade superior a 50% do permitido (infração também com multiplicador de 3);

Para conhecer mais exemples de multas gravíssimas e saber mais sobre as mudanças no CTB leia o post:

Multa gravíssima: Saiba quais são e quanto custam

Pontuação na carteira

A cada infração que o motorista comete ele é penalizado com pontos na carteira. Para os recém-motoristas, aqueles que ainda têm carteira provisória, o máximo de pontos permitidos ao longo do primeiro ano como condutor são 4. Já os motoristas com carteira definitiva não podem totalizar mais de 20 pontos ao longo de 12 meses, pois ficam com o direito de dirigir suspenso.

Como consultar multas?

Para consultar se você foi autuado por alguma penalidade cometida você deve entrar no site do Detran do seu estado com o número da sua carteira de motorista. Lá também você pode conferir uma relação completíssima sobre as infrações e os valores de multa de trânsito correspondentes.