Você sabe o que é cambagem? Provavelmente já viu esse termo em oficinas mecânicas junto com a oferta de pacotes de serviços de revisão e manutenção do carro. O importante, no entanto, não é “mexer” na cambagem do veículo, mas verificá-la para corrigir uma inclinação incorreta no ângulo das rodas.

Primeiro, é importante saber o que é o ângulo de câmber, que dá origem ao serviço de cambagem. O ângulo de câmber é um parâmetro importante para o comportamento dinâmico do carro, que está diretamente ligado à estabilidade em curva. É ele que define, em graus, o ângulo de inclinação das rodas em relação com eixo imaginário vertical. Não existe, no entanto, uma medida padrão, pois é uma especificação de cada modelo de veículo. 

Ela pode ser negativa ou positiva, dependendo da geometria da suspensão. Imagine um carro visto de frente. Se a parte superior da roda estiver virada “para fora”, o ângulo de câmber é positivo. Se for a parte inferior, o ângulo é negativo.

Sua principal função é compensar a flexão do eixo em suas extremidades quando o veículo recebe carga, mantendo o conjunto pneu/roda trabalhando na vertical, sem “empenar”. A sobrecarga, as condições (nivelamento) das estradas e acidentes podem prejudicar esta especificação de fábrica, além de comprometer a dirigibilidade do veículo e o desgaste dos pneus. Por isso, as fabricantes de automóveis recomendam a verificação da cambagem junto com uma revisão completa a cada 10.000 km rodados.

Leia também sobre revisão do carro: qual a sua importância e quando fazê-la?

O que é cambagem, afinal?

Bom, agora que você sabe o que é ângulo de câmber fica mais fácil de entender a cambagem. Trata-se de um procedimento de fábrica no qual o ângulo de o câmber é ajustado para distribuir o peso do carro sobre a banda de rodagem.

O desgaste dos pneus pode ser um sinal de que a cambagem está irregular. Quando a cambagem está correta, o desgaste é uniforme. Se a parte interna está mais desgastada que a externa ou vice-versa, é possível que o carro tenha passado por alguma situação que modificou sua especificação de fábrica, prejudicando sua dirigibilidade.

É necessário fazer manutenção?

Se o desgaste normal do carro pode causar modificações nos ângulos, é importante fazer uma manutenção sim. Mas cuidado: a oficina não deverá mexer na cambagem, e sim verificar o alinhamento para descobrir qual peça está causando alterações no câmber. A tentativa de “desentortar” o carro, mexendo na suspensão, pode causar problemas piores, como a fragilização de alguma peça, causando acidentes. Portanto, o correto é fazer a troca de peças que afetam o ângulo de câmber para voltar ao alinhamento, não forçar com ferramentas.

Como sempre falamos aqui no blog: procure por uma oficina mecânica autorizada e de sua confiança para mexer no seu veículo. A manutenção e revisão garantem maior durabilidade ao seu automóvel e maior segurança a você e sua família. Por falar nisso, um seguro auto é item fundamental para uma maior tranquilidade. Uma das coberturas é a assistência 24 horas, que oferece três tipos básicos de serviço gratuito: chaveiro, guincho e mecânico em caso de sinistro ou pane no seu veículo.

Leia também: Como escolher uma oficina mecânica?