Seguro Auto

Revisão do carro: qual a sua importância e quando fazê-la?

revisão do carro
0

Você tem dúvidas sobre a manutenção de seu veículo? Veja qual é a importância da revisão do carro e quando você deve fazê-la!

Sabe aquela velha frase: quem ama cuida? Ela também serve para o seu veículo. O carro é uma máquina incrível, mas que precisa de certos cuidados para continuar com sua boa performance. Da mesma forma que nós precisamos nos submeter a alguns check-ups periódicos para ter certeza de que nosso organismo está bem, o seu auto também carece de manutenção periódica.

A revisão do carro é muito importante para o veículo e deve ser executada com regularidade, conforme o estado dele e a constância de seu uso. Na verdade, um automóvel que fica muito tempo parado também está sujeito a diversos problemas.

Em que consiste a revisão do carro?

A revisão do carro é um procedimento necessário para quem deseja manter a vida útil do veículo e até usá-lo por mais tempo que o previsto.

Na montadora, o carro é projetado e passa por uma série de processos em laboratórios e de testes práticos para confirmar a confiabilidade dos materiais usados, como a sua durabilidade e a sua resistência. Isto acontece porque o auto está sujeito a fatores climáticos, condições das estradas, vandalismo, acidentes e ao desgaste natural dos componentes. Por esse motivo, fazer uma revisão do carro periódica é uma ação necessária.

A revisão consiste na manutenção em busca de antecipar problemas nos sistemas do auto, deixando-o, assim, em boas condições de utilização.

Qual é momento certo para fazer a revisão do carro?

Será que existe um momento certo para fazer a revisão do automóvel? Os especialistas recomendam que você deve fazer uma revisão a cada 10 mil quilômetros ou a cada 6 meses. Para ter certeza sobre esse período, o ideal é consultar o Manual do Proprietário, pois nele é possível encontrar todas as informações necessárias sobre o produto comprado.

O bom motorista deve ficar alerta ao que diz o respectivo manual e às revisões consideradas indispensáveis, sem as quais o comprador perde a garantia de fábrica. A quantidade de visitas à concessionária varia de acordo com o que diz a montadora.

Ainda que você não use o carro por muito tempo, a revisão deve ser feita no tempo estipulado. Essa revisão do carro precisa ser feita porque certos itens têm prazo de validade e precisam ser substituídos, como o óleo do motor. Em situações de uso extremo, como carros de frota e carros que transitam frequentemente por terrenos irregulares e lamacentos, pode ser necessário recorrer à oficina antes mesmo dos 10 mil km ou dos 6 meses.

O motorista deve ficar atento aos sinais que indicam necessidade de revisão. Trepidações contínuas nos pneus podem ser um sinal para balanceá-los.

Sempre que for viajar, vale a pena fazer uma revisão, principalmente se a viagem for longa e as estradas não forem das melhores.

Quais itens devem ser avaliados na revisão do carro?

Quando a revisão do carro é efetuada na concessionária, ela segue parâmetros estabelecidos, não permitindo que nenhum item ou procedimento seja deixado de lado. Na verdade, os testes são padronizados pela empresa fabricante e são respeitados por todos os representantes dela.

A revisão costuma envolver a totalidade dos sistemas do carro. Dessa forma, são revisados o motor, os freios, a embreagem, a suspensão, o câmbio, os fios e os cabos elétricos, os pneus, o ar condicionado, a bateria e outros componentes.

O motor

O motor pode ser considerado o coração da máquina. Por esse motivo, ele é um dos componentes que custam mais caro. Se o motor der pane no meio do trânsito ou no meio da estrada, o motorista sofrerá muito — o melhor é se prevenir.

Revise sempre o motor, confira se existem vazamentos de fluidos (como o óleo do motor e o líquido de resfriamento).

O sistema de transmissão

Enquanto o motor corresponde ao coração do carro, o sistema de transmissão equivale ao corpo. Para se locomover, o veículo precisa transformar a energia do motor em potência, que faz as rodas girarem.

Na revisão, é necessário verificar todos os componentes desse sistema:

  1. embreagem;
  2. caixa de câmbio (fique atento ao óleo);
  3. diferencial;
  4. semieixo.

O sistema de transmissão também pode ser observado em um check-up de rotina.

Os freios

A importância dos freios é indiscutível. Quem já não assistiu a algum filme ou alguma novela em que um dos personagens sofre acidente (às vezes, fatal) porque alguém mal-intencionado mexeu nos freios?

Diante de perigo iminente, o motorista recorre ao freio para evitar batidas e atropelamentos. O freio precisa ser mantido em estado de conservação e em boas condições de funcionamento.

É importante ficar alerta ao óleo de freio (que garante a lubrificação do dispositivo), o disco de freio, a lanterna de freio traseira, a pastilha e as condições do freio de mão.

Os pneus

Para prevenir acidentes (e multas), o motorista precisa respeitar o período de durabilidade dos pneus (sua vida útil). Os conhecidos “pneus carecas” são um risco à sua vida e a de terceiros. Da mesma maneira, os pneus furados ou com calombos necessitam ser substituídos.

Pneus nesse estado comprometem a estabilidade e a segurança, ficando mais vulnerável a acidentes.

O sistema elétrico

A revisão também precisa verificar toda a parte elétrica do veículo. Problemas no sistema elétrico expõem o motorista e os passageiros a muitos riscos, inclusive de algum pequeno incêndio.

Periodicamente, a bateria e o alternador devem ser revisados (a cada 6 meses está bom).

Como escolher a melhor oficina mecânica para fazer a revisão do carro?

Na hora de fazer a revisão do carro, convém levar o automóvel para uma oficina confiável ou à própria concessionária. Claro que a concessionária é sempre melhor, principalmente enquanto o veículo estiver na garantia. Mas, no caso das oficinas, o correto é escolher aquelas que são credenciadas e podem assumir a manutenção e o conserto de veículos de determinadas marcas.

Uma boa oficina goza de boa reputação entre clientes e no mercado automotivo. Realiza trabalho em tempo hábil, respeitando os prazos e oferecendo formas de pagamento acessíveis. Também não explora o cliente, cobrando o preço justo pelos serviços que presta.

Nunca é demais buscar referências entre outros motoristas e na internet.

Já dá a devida importância à revisão do carro? Fica alerta aos itens citados? Já teve problemas por causa de falta de revisão? Conte sua experiência, comentando nos espaços a seguir!

Talvez você também goste
Morar em área de alagamento deixa o seguro mais caro?
evitando roubos de carro
Dicas para evitar roubos e furtos de carro