A APVS (Associação de Proteção Veicular e Serviços) é uma alternativa ao seguro auto tradicional. Apesar de ser um produto parecido com o seguro automotivo, há algumas diferenças cruciais. Entenda como funciona a APVS seguros e saiba se é confiável.

É importante lembrar que o seguro de auto é oferecido por companhias seguradoras, já a proteção veicular é mantida por uma cooperativa de pessoas. Com isso, todos as perdas e gastos são divididos igualmente entre os associados. Além disso, a APVS não é cadastrada na Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Os benefícios, no entanto, são bastante semelhantes. Nas associações, as opções de contratação incluem proteção contra colisão, roubo, furto, danos, assistência 24 horas, carro reserva, fundo para terceiros, proteção dos vidros, rastreamento e monitoramento e clube de benefícios.

>> Leia também: 5 passos antes de contratar um seguro auto

Diferenças do seguro auto para a proteção veicular

APÓLICE

– Seguro Auto: conta com uma apólice, ou seja, um contrato que especifica todos os direitos e deveres do segurado e da seguradora.

– Proteção veicular: não tem apólice. Como explicamos, os riscos são divididos entre todos os participantes.

PRÊMIO

– Seguro Auto: é o valor do seguro, ou seja, valor pago à seguradora para que ela se responsabilize pelo seu carro. Esse montante é estipulado por vários fatores, entre eles as características do carro, perfil do motorista, zonas percorridas com o carro e o perfil dos motoristas adicionais.

– Proteção veicular: considera somente as características do carro. O preço, neste caso, vai depender do número de sinistros sofridos pelos membros do grupo.

COBRANÇA

– Seguro Auto: o pagamento é feito em uma única cota ou em parcelas pré-fixadas.

– Proteção veicular: cobram um valor de mensalidade que é composta por uma taxa de administração fixa mais o rateio mensal de todos os prejuízos com os carros da cooperativa no mês anterior.

REGULAMENTAÇÃO

– Seguro Auto: as seguradoras de carro são regulamentadas e aprovadas pelo Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), além do órgão do Ministério da Fazenda que fiscaliza o mercado de seguros.

– Proteção veicular: não são regulamentadas por leis e nem são fiscalizadas por nenhum órgão governamental.

>> Leia também: Quais são as coberturas básicas e opcionais de um seguro auto

APVS é confiavel?

Deu para perceber que esses tópicos tornam as opções bem diferentes, certo? Mas se você ainda tem dúvidas sobre a APVS seguros também levantamos algumas informações para avaliar a confiabilidade dessa associação. Com base nos dados disponíveis na página do ReclameAqui é possível conhecer um pouco mais sobre como a empresa atende às demandas de seus clientes e quais são as principais reclamações.

Reputação da APVS – Proteção Automotiva no ReclameAqui

A nota de reputação do ReclameAqui é baseada nas avaliações dos consumidores a partir de critérios, como índice de resposta, média das avaliações, índice de novos negócios e índice de solução. Cada um desses pontos soma para a nota final, com diferentes pesos. No período dos últimos três anos, tem uma nota de 5.7, considerada ruim pelo site. De junho de 2018 até o mesmo mês 2019, no entanto, a APVS subiu um pouco sua nota, chegando ao regular 6.2 — 10 é a nota máxima de reputação.

Nos últimos seis meses (janeiro a junho de 2019), a APVS:

– recebeu 407 reclamações;

– resolveu 72,7% dos problemas;

– respondeu 100% das reclamações;

A APVS é confiável, afinal? A maioria das reclamações recebidas é referente à demora no andamento do processo e ao andamento do processo de indenização integral. De todos que reclamaram, 51,8% voltariam a fazer negócio com ela e deram uma nota média de 5.9 para o atendimento recebido.

Se você optar por uma proteção veicular, seja da APVS ou de qualquer outra cooperativa, é importante fazer uma pesquisa no site da empresa e verificar serviços como ReclameAqui para entender o padrão de reclamações e estar bem informado na hora da contratação.

Qual é a orientação do Procon sobre seguros?

Em suas orientações de consumo, o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) indica que na na contratação de seguro é essencial observar atentamente se o corretor intermediário da contratação está habilitado pela Susep para atuar no mercado de seguros, além de ler todos os documentos de ajustes. O site ressalta que o corretor é obrigado a esclarecer todas as dúvidas do consumidor de forma clara e precisa, evitando problemas futuros.

O Procon também tem um Cadastro de Reclamações Fundamentadas em que é possível conhecer a postura adotada pela empresa em caso de eventuais reclamações. No caso da APVS seguros não há nenhum registro realizado por meio do Procon no estado de São Paulo em 2018.

Ainda tem dúvidas sobre seu seguro auto ou proteção veicular? Na Compara, atuamos junto com as maiores seguradoras do mercado, todas regulamentadas pela Susep, para que você cotar de forma rápida e inteligente a melhor opção para o seu carro. Acesse nosso site para comparar preços, coberturas e franquias.