Como economizar combustível: 10 estratégias imperdíveis

Escrito por Juliana Brito

Independente de crise econômica, ter hábitos que reduzem o gasto de combustível do seu automóvel é um caminho positivo para você, para o seu bolso e para o planeta. Na conta mensal de utilização do seu carro, provavelmente, você já soma um seguro auto com o gasto variado de combustível. Como os preços para abastecimento estão cada vez mais elevados, falamos aqui sobre como economizar combustível. Acompanhe as dicas!

Pequenas atitudes diárias e algumas mudanças no modo de dirigir podem significar uma redução importante no consumo de combustível. O seguro do auto é seu aliado ao fazer as manutenções preventivas e revisões periódicas para evitar problemas maiores no futuro. Além de cobrir perdas causadas por acidentes, essa também é uma forma de economizar, pois a maioria das seguradoras oferece uma ampla rede de estabelecimentos credenciados, o que inclui oficinas, guincho, chaveiro e outros serviços.

10 dicas de como economizar combustível

1. Marcha

Troque a marcha sempre que a rotação do motor diminuir ou quando aumentar a velocidade, a partir dos 2.000 RPM. Isso evita forçar os componentes mecânicos e o desperdício de combustível. Se estiver enfrentando problemas durante o trajeto, como um mau funcionamento do câmbio, por exemplo, acione o seguro de veículo o quanto antes.

2. Modo de dirigir

Algo tão simples como a maneira de ligar o carro pode ajudar na economia de combustível. Muitas pessoas ligam o carro e o deixam aquecendo antes de começar a dirigir, mas não há necessidade em fazer isso. A injeção eletrônica é a responsável por tirar a necessidade dessa ação. Para alguns modelos, entretanto, é necessário aquecer nos primeiros mil quilômetros. Para tirar a dúvida, confira o manual do automóvel para confirmar se há essa indicação.

3. Pneus

Confira a pressão dos pneus regularmente, levando em conta que, quando estão murchos, aumentam o consumo de combustível, além de dificultar a dirigibilidade ou desestabilizar o veículo. O rodízio de pneus também pode ser uma boa alternativa. Essa é uma medida simples que tem tudo a ver com economia de combustível, pois ajuda a equilibrar o desgaste entre cada um dos quatro pneus, alterando suas posições de acordo com as recomendações de cada montadora. A mudança deve ser feita a cada 10 mil quilômetros, em média. 

4. Calibragem

Dirigir com os pneus bem calibrados e em bom estado chega a reduzir em até 20% o consumo de gasolina. Imagina o quanto isso significa ao fim de um ano de uso? Por isso, não esqueça de fazer a calibragem dos pneus com uma frequência de 15 em 15 dias. Vale lembrar que a calibragem pode ser diferente nos pneus traseiros e nos dianteiros. O manual do carro conta com informações como quando trocar óleo, filtros, qual combustível usar, periodicidade da manutenção e alinhar os pneus. 

5. Velocidade

Mantenha uma velocidade constante, ficando atento ao trânsito à sua frente e evitando frenagens bruscas. Além disso, é importante, sempre respeitar o limites de velocidade das vias. Ao andar a 100km/h, por exemplo, o veículo tende a consumir 20% a mais de combustível do que quando está a 80km/h.

6. Ar condicionado

O ar condicionado deve ser usado com moderação, pois aumenta o consumo de combustível. Na cidade, sempre que possível, dê preferência para a ventilação natural das janelas do carro. Mas tome cuidado para não se colocar em risco de assaltos à mão armada, muito comuns para quem está distraído com as janelas abertas. Em rodovias em que você consegue conduzir constantemente a 60km/h, o ar condicionado é mais recomendado, pois não sobrecarrega seu veículo.

7. Engarrafamentos

Nas grandes cidades, engarrafamentos fazem parte da rotina de quem circula de automóvel. Quando enfrentar longos engarrafamentos, desligue o motor do carro e economize combustível. Isto também evita a liberação de partículas poluentes no ambiente em que estiver parado.

8. Bateria

Carregar celulares e usar outros aparelhos eletrônicos no carro consome bateria e, consequentemente, pode aumentar o gasto com combustível. Se enfrentar problemas com a bateria do carro, conte com a rede credenciada de serviços do seu seguro de carro para buscar ajuda rápida.

9. Peso

O excesso de peso aumenta o consumo liberando mais poluentes na atmosfera, por isso livre-se de volumes desnecessários. Suportes, bagageiros e outros acessórios que não serão usados devem ser retirados do veículo, para que não prejudiquem a aerodinâmica do carro.

10. Qualidade do combustível

Usar um combustível aditivado é extremamente importante. Gasolina adulterada ou misturada altera a qualidade e pode afetar o funcionamento do seu carro. Para não ter dúvidas, sempre abasteça o carro em postos de gasolina que tenham o selo da ANP e sempre dê preferência às redes conhecidas e grandes.

Bônus de como economizar combustível

Se seu carro é flex, para economizar combustível, faça uma conta simples: divida o preço do álcool pelo preço da gasolina. Se o resultado for menor do que R$ 0,70, abasteça com etanol. Ou seja, o etanol precisa ser 70% mais barato do que a gasolina para ser vantajoso. Então, se um litro de gasolina custar R$ 2,50, por exemplo, só use álcool se o litro custar menos do que R$ 1,44. Lembre que o motor a álcool tem rendimento menor do que os movidos à gasolina. Se seu carro roda 10 km com 1 litro de gasolina, vai andar só 7 km com 1 litro de etanol.

Ao aprender sobre como economizar combustível, você está cuidando da mecânica do seu carro sem perceber. Faça uma cotação na Compara e encontre opções de seguro que cabe no seu bolso, ajudando ainda mais na sua economia!

>> Artigos recomendados para você:

Motor fumando: o que fazer e como evitar o problema no carro?

Motor aspirado: como funciona e quais são suas vantagens

Carro turbo: tudo que você precisa saber sobre veículos com esse tipo de motor