O que é jet lag e como lidar com ele nas viagens internacionais?

Se você vai viajar para fora do Brasil, é interessante saber o que é jet lag e como evitá-lo. Confira as dicas aqui, na ComparaOnline!

Elisa Matos
Elisa Matos
27 de abril 20233 min de leitura
o que é jet lag

Uma das coisas que mais incomoda quem faz longas viagens para cidades com fuso horário diferente é o jet lag. Apesar de ser sentido pela maioria dos viajantes, nem todos sabem o que é jet lag e como lidar com ele durante a estadia fora do país.

Índice


    1. 1. Sintomas comuns durante a viagem
    1. 2. Como amenizar os sintomas
    1. 3. Como se recuperar na volta?
    1. 4. Prepare-se para sua próxima viagem com a ComparaOnline!

Procurando por um seguro viagem?

Contrate agora mesmo em poucos passos.

Cotar meu seguro

Vivenciar horários muito distintos em um curto espaço de tempo faz com que a pessoa tenha dificuldade para se adaptar ao local. Isso ocorre porque a produção de melatonina, hormônio que regula o ritmo biológico do corpo, sofre uma disfunção. Quer saber quais são os impactos e quanto tempo dura o jet lag? Continue a leitura!

Sintomas comuns durante a viagem

Agora você já sabe o que é jet lag. Mas quais são os sintomas dessa diferença de horários? Eles variam, sendo os mais comuns indigestão, enjoo, cansaço, insônia, desidratação e dor de cabeça. Normalmente, isso acontece principalmente com quem fez uma viagem em que passou por ao menos 3 fusos horários. 

O cansaço e a insônia são percebidos com maior facilidade, pois, com a diferença de horário, é normal que o viajante não sinta sono para dormir à noite, pois, no país de origem, não é o mesmo período ao qual está acostumado. A impressão é de que o cansaço se acumula, comprometendo a disposição para os passeios. 

Quando há privação de sono, o corpo responde com dores de cabeça e no pescoço. Isso acontece porque a fase de sono mais importante, chamada de REM (Rapid Eye Movement), não acontece da mesma forma. Nela, há atividade cerebral intensa e relaxamento muscular, mas, quando é irregular, causa sensibilidade e cefaleia.

O tempo que os sintomas de jet lag duram também pode variar a cada pessoa. As que costumam viajar com frequência tendem a se acostumar com o novo horário com maior facilidade. Pode-se dizer que, a cada 1 hora de jet lag, a pessoa leva 1 dia para se habituar a 4 dias na Itália, por exemplo.

Como amenizar os sintomas

Se você quer saber como evitar o jet lag, é importante lembrar que, por ser uma resposta natural do corpo, ele só pode ser amenizado. Para isso, há algumas recomendações, como o uso de travesseiros e roupas confortáveis, principalmente em locais com clima diferente. 

Além disso, durante viagens de curta duração, em que não há tempo suficiente para adaptação, a dica é prevenir com antecedência. Se possível, comece a dormir mais cedo — ou em horários próximos ao do país de destino — nos dias anteriores à viagem. 

Em estadias de longa duração, a sugestão é tentar manter rotinas parecidas com as que são seguidas no Brasil. Tanto as refeições quanto o horário de dormir devem ser mantidos a cada dia, como forma de se habituar. Por exemplo, se alimentar e ir para a cama todos os dias no mesmo período. 

Caso você sofra de insônia e já não tenha facilidade para dormir no país em que vive, procure ajuda médica. Em alguns casos, as pílulas de melatonina são receitadas para estimular o sono de forma segura, pois o hormônio já é produzido naturalmente pelo organismo. 

O que fazer no voo para diminuir os efeitos?

Para diminuir os efeitos do jet lag na viagem, evite ingerir bebidas alcoólicas ou com cafeína, pois elas causam inquietação e atrasam o sono. Se possível, use protetores auriculares e faça voos durante a noite, para que possa descansar antes de chegar ao destino e estar cheio de energia para os passeios do primeiro dia. 

Menos preocupações, mais descanso

Ao entender o que é jet lag, fica fácil identificar pontos que pioram os sintomas. A dor de cabeça e as preocupações também podem ser evitadas com a contratação de um seguro viagem, que proporciona proteção e resolução de imprevistos durante a estadia em um país desconhecido. 

A depender do plano, a assistência pode ajudar na busca da hospedagem adequada e até mesmo com eventuais tratamentos médicos. Todo o processo é realizado on-line, de forma prática e cômoda. Com a ComparaOnline, você pode verificar opções, selecionadas e apuradas de um extenso banco de dados, que atendem às suas necessidades.

Como se recuperar na volta?

Agora, é interessante se preparar para o retorno e descobrir como se recuperar do jet lag. A primeira dica é optar por voos noturnos, que continuem estimulando a melhora do sono. Quando desembarcar, dê preferência para seguir o descanso. 

Com apenas algumas horas de repouso, o corpo se prepara para enfrentar as atividades diárias. Caso o regresso seja em um dia de trabalho e estudo, tente ir para a cama mais cedo e manter as refeições nos mesmos horários de antes da viagem, para que os hábitos voltem aos poucos. 

Em alguns dias, o corpo já se lembra do ritmo anterior e os sintomas do jet lag vão embora. No entanto, em viagens seguidas, como mochilões, é normal que o tempo de recuperação seja diferente, pois não há intervalo para se acostumar com cada fuso horário. 

Prepare-se para sua próxima viagem com a ComparaOnline!

Mais do que te ajudar a entender o que é jet lag, a ComparaOnline te ajuda com o planejamento das viagens. Para isso, a contratação de um plano de seguro viagem com as melhores condições de mercado pode ser feita pelo site. Faça sua cotação on-line e garanta mais segurança na próxima aventura!


Elisa Matos
Autor

Elisa Matos

Eu sou formada em Jornalismo e tenho especialização em Marketing Digital. Escrevo sobre produtos financeiros, seguros e viagens. Já morei em 9 cidades do Brasil e amo viajar o mundo. Minha missão é escrever com simplicidade para tornar a vida das pessoas mais fácil.

Procurando por um seguro viagem?

Contrate agora mesmo em poucos passos.

Cotar meu seguro