Conheça 6 fatores que influenciam no valor do seguro do carro

Escrito por Pedro Da Silva

Você sabia que o valor do seguro do carro varia de pessoa para pessoa?

Pois é! Isso acontece por alguns motivos e nesse artigo nós vamos te explicar cada um deles para você entender melhor. Acompanhe!

6 fatores que determinam o valor do seguro do carro

1. Perfil do motorista

O perfil do motorista é fundamental para calcular o preço do seguro do carro.

Na hora de contratar o seguro, as seguradoras levam em conta o tempo de habilitação do motorista, o histórico de sinistros, a idade e até mesmo o estado civil:

  • Gênero 

Segundo levantamento realizado pela Seguradora Líder, as mulheres costumam ser mais cautelosas ao volante.

Do total de indenizações pagas pelo seguro em casos de acidentes no trânsito, 25% foram para mulheres e 75% para homens. Em casos de Morte, a diferença é ainda maior: 82% de vítimas são do sexo masculino. 

  • Idade

Jovens entre 18 e 25 anos também pagam mais caro pelo seguro do carro porque as estatísticas mostram que indivíduos nessa idade estão mais propensos a acidentes.

De acordo com um relatório divulgado pela OMS (Organização Mundial da Saúde), os acidentes de trânsito são a principal causa de morte de jovens com até 29 anos.

  • Estado civil 

O preço do seguro do carro para os casados tende a ser menor quando comparado a pessoas divorciadas e solteiras. Isso porque as seguradoras entendem que eles possuem uma rotina mais tranquila, o que minimiza os riscos.

  • Histórico do condutor 

Motoristas envolvidos com frequência em acidentes de trânsito podem se preparar para pôr a mão no bolso.

As seguradoras veem esse tipo de condutor como um perfil de alto risco, sendo assim, o valor do seguro auto vai sair bem mais caro.

2. Local de circulação

Moradores de bairros tranquilos de grandes cidades ou do interior levam vantagem nesse quesito.

Os índices de criminalidade e de acidentes variam de uma cidade para outra e até mesmo de bairro para bairro:

  • Cidades

São Paulo e Rio de Janeiro são consideradas as cidades com maior risco para acidentes e roubos. 

Por isso, os motoristas destas cidades vão pagar mais caro pelo seguro que motoristas de outras cidades do Brasil. 

A mesma regra se aplica entre capitais e cidades do interior, onde certamente o seguro será mais barato.

  • Região e bairro

Em São Paulo, por exemplo, o motorista que mora na Zona Leste da cidade vai pagar mais caro do que o motorista da Zona Sul. 

No entanto, esse preço também varia de acordo com o bairro. Um carro que fica na Mooca, bairro da região da Zona Leste de São Paulo, apresenta menos riscos do que aquele que fica no bairro de Itaquera, na mesma região.

Dessa forma, o seguro do carro para motoristas de regiões consideradas mais seguras sai mais em conta.

3. Uso do veículo

Quem utiliza o carro para fins comerciais ou dirige maiores percursos no dia a dia tende a pagar mais. Isso porque as distâncias percorridas acabam desgastando mais o veículo e deixando-o mais vulnerável a sinistros.

4. Modelo do carro

Outro detalhe que influencia no valor da apólice é o modelo do carro. E isso não diz respeito apenas ao valor do veículo.

Algumas marcas de carro são mais visadas que outras e isso faz com que a seguradora eleve o preço na hora de oferecer o seguro auto.

Carros importados ou que possuem peças de difícil reposição também encarecem o valor do seguro.

Além disso, as seguradoras também levam em conta:

  • O índice de roubo e furto

O seguro de um Gol ou de um Palio, serão bem mais caros do que o seguro de um Fiesta, por exemplo. Isso porque tanto o Gol como o Palio são muito visados por ladrões, suas peças podem ser facilmente conseguidas de maneira irregular nos desmanches e a revenda é barata. 

Tudo isso faz com que a seguradora corra um alto risco e, por isso, certamente ela vai cobrar mais caro para proteger esse carro.

  • Os acessórios do veículo

Sim, os acessórios também pesam no valor do seguro, especialmente aqueles que são importados ou exclusivos. Quanto mais difícil for sua reposição, maior será o custo.

5. Tipo de cobertura 

Quanto mais abrangente a cobertura, obviamente, maior será o valor pago pelo seguro.

Os seguros mais simples podem proteger apenas contra colisões, roubos e furtos.

Já os seguros mais completos oferecem toda a proteção da cobertura básica e ainda assistência contra danos causados pelas chuvas e enchentes, além de garantir a cobertura de danos contra terceiros.

6. Equipamentos de Segurança

Quando um carro possui rastreador ou qualquer outro equipamento de segurança, o valor do seguro do carro pode reduzir até 10%, afinal, o rastreador facilita a recuperação do veículo.

No entanto, vale lembrar que o ideal é combinar o uso do rastreador com o seguro para manter seu carro protegido.

Comparar é a melhor forma de encontrar o melhor valor do seguro do seu carro

Agora que você já conhece os principais fatores que influenciam o valor do seguro do carro, que tal comparar as opções e escolher aquela que mais de adequa as suas necessidades e ao seu bolso?

Comparar as ofertas das seguradoras assim como todas as coberturas incluídas na apólice podem te ajudar a escolher o melhor seguro para o seu carro e ainda economizar.

No site da Compara é possível fazer uma simulação gratuita das melhores seguradoras do mercado, comparar as opções e contratar online.

Acesse o nosso comparador e encontre o melhor preço para o seguro do seu carro.