< Volver a Carros

Placa Mercosul – Como funciona o novo sistema de placas no Brasil

Escrito por Cecilia Alberigi

Já está valendo em todo o território nacional o novo modelo de placas Mercosul em substituição ao modelo cinza.

A nova placa passa a ser obrigatória em três situações:

  1. Para veículos novos
  2. Para veículos transferidos de município ou Estado
  3. Em caso de furto ou placas danificadas

O projeto de padronização das placas foi apresentado pela primeira vez em 2010 a fim de facilitar a identificação e fiscalização de veículos e contribuir com a segurança no trânsito entre os países do bloco.

É importante destacar que o novo modelo de placa adotado pelos países do Mercosul não é novo, ele foi inspirado no modelo da União Europeia, quando em 1998 definiu que todos os veículos dos países membros deveriam circular com um modelo igual da patente de identificação.

Como são as novas Placas Mercosul

As novas placas permanecem com sete dígitos. No entanto, ao contrário do antigo modelo cinza com três letras e quatro números, a nova placa Mercosul passa a ser formada por três letras, um número, outra letra e dois números. Veja um exemplo abaixo.

  • Identificação Mercosul
  • Nome do País
  • Bandeira do País
  • Faixa Holográfica
  • Código Bidimensional com informações do fabricante, data de fabricação e serial da placa
  • Hot Stamp Personalizado
  • Linhas Onduladas
  • Nome da cidade e estado com o brasão correspondente
  • Marca d’água com nome do país e Mercosul para evitar falsificações

Outra novidade é que a cor dos caracteres muda de acordo com a função do veículo:

  • Preto: carros particulares
  • Vermelho: táxis, veículos comerciais e de autoescola
  • Azul: carros oficiais
  • Verde: carros de teste
  • Dourado: carros diplomáticos
  • Prateado: modelos de coleção

Vale saber que as placas atuais, cinzas, continuarão valendo por tempo indeterminado, inclusive as coloridas, que identificam diferentes categorias de veículos.

Qual será o valor da nova placa Mercosul

O preço do emplacamento do novo modelo vai variar de acordo com as empresas credenciadas para realizar esse serviço e nem todos os valores foram divulgados.

Em São Paulo, por exemplo, as placas no padrão cinza custam R$138,24, já para o novo modelo esse valor sobe para R$213,31.

Para saber o valor das novas placas, consulte o site do Detran do seu Estado.

Como emplacar

Basta comparecer ao Detran da sua região com a nota fiscal do veículo e demais documentos em mãos.

Lá, você vai ter acesso a lista de empresas credenciadas de cada Estado e pode optar pela mais próxima.

Ao ser emplacado com o novo modelo, o veículo não precisa mudar a placa ao ser transferido de propriedade ou município, pois o novo padrão não traz identificação de cidade e de Estado, como ocorre no modelo atual.

Leia também: Como emplacar um carro sem contratar despachante.

Para que serve um modelo de placas unificadas no Mercosul?

Segundo o Denatran, padronizar o modelo das placas de todos os veículos do bloco Mercosul aumenta a segurança sobre a circulação dos veículos, já que com o novo modelo será possível sincronizar os dados e ser mais efetivo na fiscalização aduaneira e migratória. 

A placa Mercosul também vai facilitar o controle das infrações de trânsito cometidas no exterior. Além disso, ela dificulta a clonagem de automóveis e o roubo de cargas graças ao QR Code, identificação digital capaz de identificar as características do veículo em tempo real

Seguro Auto para viajar tranquilo!

Se a sua ideia é sair de carro e fazer uma road-trip pela América do Sul, é fundamental contar com todos os documentos exigidos atualizados para viajar de carro pelo Mercosul e também um Seguro Auto que te proteja no exterior.

Na Compara você encontra a melhor opção de seguro sem sair de casa. Confira em nosso site, é rápido, online e sem burocracia.Faça uma simulação sem compromisso!