< Volver a Viagem

O que é Coronavírus? Quais os sintomas, como diagnosticar e prevenir

Escrito por Cecilia Alberigi

Os casos de coronavírus acenderam um alerta no mundo todo após mais de 2.718 mil mortes na China e atingir outros 44 países.

No Brasil, o Ministério da Saúde confirmou o primeiro caso de coronavírus na quarta-feira, 26/2. 

Por isso, neste artigo, nós vamos esclarecer as principais dúvidas sobre o novo coronavírus e te contar o que se sabe até agora sobre a doença que colocou o mundo em alerta.

Coronavírus

O que é o novo coronavírus

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o Covid-19 trata-se de uma ampla família viral que causa infecções em seres humanos e em animais.

Geralmente, as infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderadas, bem parecidas com um resfriado comum. Porém, casos mais graves podem gerar grande impacto na saúde pública, como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS).

Como ele é transmitido

A contaminação por coronavírus pode acontecer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:

  • Gotículas de saliva
  • Espirro
  • Tosse
  • Catarro
  • Contato pessoal como toque ou aperto de mãos
  • Contato com objetos ou superfícies contaminadas
  • Contato com animais infectados

As investigações sobre o novo coronavírus estão em andamento e ainda não está claro com que facilidade ele é transmitido.

Mas, o que se sabe até o momento é que coronavírus diferentes podem sofrer mutações e se recombinar, dando origem a novos agentes infecciosos.

Quais os sintomas do novo coronavírus

Os sintomas do coronavírus são semelhantes ao de um resfriado:

  • Dor de cabeça
  • Tosse
  • Dificuldade para respirar
  • Dor de garganta
  • Febre alta

É importante saber também que o vírus pode ficar incubado por duas semanas, período em que os primeiros sintomas levam para aparecer desde a infecção.

Como o coronavírus é diagnosticado

O novo coronavírus é diagnosticado por meio de coleta de materiais respiratórios, como aspiração das via aéreas ou indução de escarro.

É realizada a coleta de duas amostras e ambas são encaminhadas com urgência ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) para análise.

Além disso, é necessário se enquadrar em uma das duas situações:

  • Ter viajado recentemente para a China
  • Ter tido contato próximo com algum caso suspeito ou confirmado

Como é o tratamento

Não existe tratamento específico para infecções causadas pelo coronavírus humano.

Inicialmente, há apenas medidas de suporte como:

  • Aumentar a ingestão de água
  • Repousar
  • Manter alimentação equilibrada
  • Uso de medicamentos para aliviar os sintomas de dor e febre, desde que prescritos por um médico

Atenção! Busque orientação médica assim que os primeiros sintomas surgirem a fim de confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento.

Como prevenir o novo coronavírus

O Ministério da Saúde orienta algumas medidas e cuidados básicos para reduzir o risco de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas. Veja quais são:

  • Lave as mãos frequentemente, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente
  • Cubra nariz e boca ao espirrar ou tossir
  • Higienize as mãos após tossir ou espirrar
  • Evitar tocar a mucosa da boca, nariz e olhos
  • Use lenços descartáveis para higiene nasal
  • Mantenha os ambientes bem ventilados
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, garrafas e copos
  • Evite contato próximo com animais doentes, selvagens ou de criações
  • Evite contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de infecções respiratórias

Qual é a diferença entre coronavírus e gripe?

Não existe diferença quanto aos primeiros sintomas de uma infecção causada pelo novo coronavírus e uma gripe comum.

Dessa forma, é fundamental ficar atento às áreas de transmissão local. Apenas pessoas com sintomas e que tenham viajado para Wuhan são considerados suspeitos da infecção pelo coronavírus.

Países afetados

Atualmente, há mais de 77,2 mil pessoas infectadas pelo novo coronavírus somente na China, mas existem casos confirmados em pelo menos 44 países.

É possível acompanhar novos casos reportados pelo mapa online criado pela Universidade Johns Hopkins, nos EUA, que acompanha em tempo real a proliferação do vírus.

E no Brasil?

O Ministério da Saúde está monitorando os casos suspeitos de coronavírus e até o momento apenas um caso foi confirmado.

Trata-se de um homem de 61 anos que voltou recentemente de uma viagem à Itália. 

Além dele, há outros 20 casos em investigação no país.

A Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, garante que intensificou o trabalho de agentes de saúde em portos, aeroportos e áreas de fronteiras.

O que devo fazer se for viajar para uma área afetada pelo coronavírus?

Caso você tenha planejado uma viagem para qualquer destino onde casos de coronavírus foram confirmados, é fundamental que você conte com a proteção de um Seguro Viagem para garantir atendimento médico.

Na Compara, você pode contratar o seu seguro e solicitar informações com um dos nossos consultores, pois a cobertura para esse vírus varia de acordo com a seguradora. 

No entanto, na maioria dos casos, as políticas dão assistência médica durante os primeiros sintomas.

Viaje seguro e aproveite ao máximo seu próximo destino!

Leia também: Como acionar o seguro viagem internacional em caso de urgência médica.