< Volver a Viagem

Esporte de aventura na natureza – 5 modalidades para sair da rotina

Escrito por Cecilia Alberigi

A prática de esporte de aventura na natureza é uma ótima opção para quem deseja se exercitar, mas prefere fugir do ambiente da academia.

Diferente das modalidades tradicionais, os esportes praticados ao ar livre e em contato com a natureza são mais estimulantes e também proporcionam vários benefícios para a saúde.

No entanto, especialistas afirmam que apesar de benéfica, esse tipo de atividade exige um maior preparo físico e cuidados extras com a segurança.

Por isso, neste artigo nós vamos te apresentar cinco modalidades de esportes de aventura na natureza, seus benefícios e os cuidados que você não pode deixar de tomar quando praticá-los.

Divirta-se!

Cinco modalidades de esporte de aventura na natureza

1. Escalada

Escalada

A escalada é uma prática esportiva realizada em montanhas e colinas, individualmente ou em grupo.

É uma modalidade que exige bastante concentração e força, pois o grande desafio é superar os obstáculos e chegar ao topo em segurança.

Para isso, além de capacidades físicas bem treinadas, é fundamental a utilização de equipamentos que protejam o praticante durante a subida, como cordas, mosquetões, capacete e calçados apropriados.

Há dois tipos de escalada ao ar livre:

  • Livre – praticada em paredões rochosos, esse tipo caracteriza-se por utilizar a cavidade das rochas para alavancar a subida;
  • Artificial – aqui, o praticante faz uso de ferramentas que o auxiliam em sua progressão, como grampos e estribos.

2. Trekking

Trekking

O trekking nada mais é que uma caminhada realizada em trilhas naturais, curtas ou longas, em terrenos íngremes ou planos.

Sendo assim, ele é uma modalidade que pode ser praticada por pessoas de todas as idades e em todos os níveis de condicionamento físico.

Os estilos de trekking mais populares são:

  • Trekking de um dia – caminhada de curta duração (até 10 km);
  • Trekking de longa distância – o objetivo aqui é a travessia entre dois pontos. Muitas vezes é necessário realizar pernoites ao longo do trajeto;
  • Trekking de velocidade – considerado uma competição. O objetivo é chegar a determinados pontos no menor tempo possível;
  • Trekking de regularidade – voltado à competição, onde o objetivo é manter-se no percurso dentro de um tempo definido.

3. Surf

Surf

O surf é um esporte bastante praticado no Brasil e no mundo cujo objetivo é deslizar pelas ondas do mar por meio de uma prancha.

Apesar de ser uma modalidade que exige equilíbrio e agilidade, o surf pode ser uma prática divertida tanto para atletas quanto para amadores.

Além disso, ele é um esporte que contribui para melhora do condicionamento físico e capacidade respiratória ao mesmo tempo em que permite um contato direto com a natureza.

Mas, atenção! Além de saber nadar, é fundamental seguir as orientações de segurança transmitidas por um instrutor qualificado!

4. Rafting

Rafting

O rafting é um esporte de aventura na natureza que consiste em descer as corredeiras do rio em um bote inflável.

Embora não seja uma modalidade que exija alto nível de condicionamento, o rafting demanda equilíbrio, concentração e força nos braços para manter-se firme dentro do bote.

Dessa forma, quanto mais tranquilo o percurso, mais força é necessária para mover o bote.

O grau de dificuldade do rafting segue a Escala Internacional de Dificuldade dos Rios:

  • Classe I – Fácil – em águas rápidas com poucas obstruções;
  • Classe II – Iniciante – corredeiras diretas com manobras ocasionais;
  • Classe III – Intermediário – corredeiras com ondas moderadas e irregulares;
  • Classe IV – Avançado – corredeiras intensas em águas turbulentas;
  • Classe V – Especialista – corredeiras extremamente longas e com muita obstrução;
  • Classe VI – Extremo – nível de dificuldade extremo e muita imprevisibilidade. Trechos classificados nesta classe devem ser evitados.

5. Arvorismo

Arvorismo

O arvorismo é uma modalidade de esporte na natureza que pode ser praticado por qualquer pessoa em busca de uma aventura menos radical e um pouco mais tranquila.

No arvorismo, o indivíduo caminha por plataformas colocadas no alto das árvores com o auxílio de cabos e cordas e, ao final, a descida é realizada por uma tirolesa.

O trajeto pode apresentar um certo grau de dificuldade, mas nada que exija grande esforço dos praticantes.

O arvorismo é ideal para aqueles que querem testar sua concentração e equilíbrio, além de superar os próprios limites.

Existem duas modalidades de arvorismo:

  1. Arvorismo acrobático – aqui, o grau de dificuldade vai aumentando durante o percurso. É necessário equilíbrio e coordenação;
  2. Arvorismo contemplativo – o trajeto é amparado por proteções laterais e plataformas mais firmes, diminuindo assim a dificuldade e os desafios.

Benefícios em praticar esporte de aventura na natureza

  • Melhora do condicionamento e preparo físico;
  • O contato com a natureza proporciona relaxamento mental;
  • A prática de esportes libera endorfina, hormônio que ajuda a reduzir o estresse e traz sensação de bem-estar;
  • Favorece a socialização e com isso você pode fazer novos amigos;
  • São atividades desafiantes e motivadoras.

Cuidados que devem ser tomados ao praticar esporte de aventura na natureza

Praticar esportes de aventura é uma ótima opção para sair da rotina, se exercitar e ainda desfrutar das belas paisagens que a natureza nos oferece.

Contudo, é necessário alguns cuidados para não estragar a sua diversão:

  • Verifique se sua saúde está em dia

Antes de começar a praticar qualquer atividade física, é fundamental verificar se a sua saúde está em dia.

Consulte o médico e faça um check-up.

  • Hidrate-se

Beba água antes, durante e após a atividade física.

Manter-se hidratado faz com que seu corpo tenha mais disposição e se recupere melhor após uma atividade intensa.

  • Utilize os equipamentos de segurança necessários

Cada uma das atividades requer ferramentas e equipamentos adequados para manter a segurança e evitar acidentes. Siga todas as normas de segurança para não colocar sua vida em risco.

  • Use filtro solar

As pessoas que praticam atividades de aventura na natureza estão mais expostas aos raios solares, portanto, proteger a pele é essencial.

Aplique o filtro solar 20 minutos antes de iniciar a atividade e reaplique a cada duas horas.

  • Alimente-se

Nada de se aventurar por aí com o estômago vazio.

Sendo assim, dê preferência a alimentos leves e ricos em nutrientes. Evite a ingestão de alimentos gordurosos e  bebida alcoólica.

  • Escolha um guia ou agência de confiança

Ter conhecimento do local e das normas de segurança é necessário para garantir a tranquilidade da sua prática independente da modalidade que você escolher.

Por isso, contrate apenas profissionais treinados e agências especializadas para fazer do seu esporte uma experiência incrível. 

Além disso, vale lembrar que, se você for praticar algum esporte de aventura na natureza durante uma viagem, é importante contar com a cobertura de um seguro.

Leia também: Por que contratar um seguro viagem para esportes de risco?