O que você precisa saber para contratar seu seguro de vida?

>>>O que você precisa saber para contratar seu seguro de vida?
Seguro de Vida, Seguros

Por |2018-09-18T15:19:02+00:0021 / abr / 2017|
O que você precisa saber para contratar seu seguro de vida?7 min read
Avalie esse post

Contratar um seguro de vida parece uma coisa simples, mas na prática não é. Isso porque existem mais de 70 coberturas adicionais no mercado e ao contrário do que muita gente pensa, o seguro de vida pode ser usado em vida para pagar tratamentos saúde, internações e pode servir até mesmo como auxílio desemprego. Para que você possa contratar a melhor opção te explicamos como funciona esse tipo de seguro e suas principais coberturas.

Já pensou que o seguro pode ser a melhor forma de proteger sua família no caso de alguma tragédia? A verdade é que ninguém gosta de pensar em fatalidades, mas programar é a melhor maneira de estar preparado caso algum acidente aconteça com você ou com algum membro da sua família. Para o especialista em seguros Alexandre Moreira contratar seguro de vida é um ato de amor. Isso porque, segundo Alexandre, ao fazer um seguro você está pensando no futuro das pessoas que ama e garantindo o suporte necessário a eles na sua ausência. Já pensou nisso?

O dinheiro do seguro em nenhum momento vai diminuir a dor de perder um ente querido, mas pode ajudar a família a se erguer e seguir em frente, principalmente quando há filhos envolvidos. A enfermeira Bárbara Pereira perdeu a mãe, vítima de um AVC quando acabava de completar 24 anos e suas duas irmãs caçulas, gêmeas, de 16 anos “Ficamos completamente desamparadas! Minha mãe tinha dois empregos para pagar as contas, eu estava no último ano de faculdade, não tinha como sustentar a casa e minhas irmãs. Foi graças ao seguro de vida da minha mãe que consegui terminar a faculdade, pagar as contas de casa e das minhas irmãs por 4 anos. Muita gente deixa de fazer esse tipo de seguro e nunca sabemos o que pode passar” conta Bárbara.

O que pouca gente sabe é que o seguro de vida também pode ser usado em vida para financiar tratamentos de saúde, por exemplo. Isso mesmo, existem coberturas do seguro de vida que permitem o resgate da franquia em vida. Alexandre vende seguros mas sentiu na pele o que é precisar de um, quando sua esposa foi vítima de um câncer de tireoide “Tivemos suporte financeiro para enfrentar esse momento difícil, ativamos a franquia do seguro e recebemos 100% do valor da cobertura. Minha esposa pode fazer o tratamento nos melhores centros de saúde e hoje ela está bem” conta ele.

Mas afinal o que é importante observar na hora de contratar seguro de vida?

Coberturas do seguro de vida: Faça a escolha certa

Preste muita atenção as coberturas de seguro de vida oferecidas pelas seguradoras. Existem mais de 70 tipos no mercado, incluso assistências que podem ser usadas em vida. Porém, dependendo da escolha elas podem encarecer a parcela do seguro. Muito cuidado na hora de economizar, avalie com cuidado a melhor opção para você e sua família.

Conheça abaixo algumas opções de coberturas de seguro de vida adicionais que podem valer a pena contratar:

  • Assistência funeral: Essa cobertura de seguro de vida paga todas as despesas relacionadas ao funeral.
  • Cobertura por Invalidez: Existem muitos tipos de coberturas de seguro de vida por invalidez e isso deixa a gente um pouco confuso na hora de escolher com qual ficar. Para ficar mais claro te explicamos cada uma abaixo:

A cobertura de seguro de vida por Invalidez permanente total e ou parcial por acidente (IPA) – funciona no caso de você ser vítima de um acidente e perder o total funcionamento de algum órgão ou membro do seu corpo, no caso da parcial ela cobre caso você tenha apenas perda parcial do membro ou de algumas funções desempenhadas por esse membro ou órgão.

Já a cobertura por Invalidez funcional permanente total por doença (IFPTD) como o nome mesmo diz serve para casos em que uma doença te deixe debilitado e te impossibilite de trabalhar.

Existe também a  Indenização por Incapacidade temporária, por doença ou acidente (IIT) trata-se de auxílio por tempo determinado ou uma porcentagem do valor da franquia que você recebe até que você se recupere e volte a trabalhar.

  • Doenças graves: Há seguros que te oferecem a opção de receber a franquia do seguro em vida caso você seja vítima de alguma doença grave como câncer, por exemplo.
  • Assistência Psicológica: Assistência de psicólogos e psicoterapeutas a família em caso de falecimento.
  • Auxílio Desemprego: Cobertura do seguro de vida disponível para quem faz o seguro de vida em grupo. O segurado recebe uma indenização caso perca o emprego.
  • Diária por Internação Hospitalar (DIH): indenização para pagamento de internação hospitalar em caso de acidentes, tratamento de saúde.

Atento ao contrato e a avaliação de saúde ao contratar o seguro de vida

Fique atento aos detalhes na hora de contratar seguro de vida e principalmente quando for renovar o seguro.  Preencher corretamente com todas as informações do formulário sobre seu estado de saúde vai te resguardar de problemas no futuro. Isso porque mentir ou mesmo omitir informação é considerado fraude pelas seguradoras e caso seja comprovado que você não foi sincero sua família pode ficar sem receber a indenização do seguro. Imagina? Para evitar que isso aconteça seja muito sincero na avaliação e lembre de atualizá-la sempre que for renovar seu seguro.

Como é feito o cálculo do valor do seguro de vida

Para calcular o valor do seguro de vida as seguradoras avaliam o perfil do cliente e o valor da franquia. Os requisitos analisados para o perfil são:

  • Faixa etária – quanto maior a idade maior a probabilidade de doenças e por isso mais caro é o seguro.
  • Sexo – as seguradoras usam estatísticas para avaliar este quesito. As mulheres vivem mais, mas também mais com médicos. Para atender melhor o público feminino há seguradoras que oferecem o Seguro de Vida Mulher, com coberturas exclusivas.
  • Estado de saúde – como falamos a cima a avaliação do estado de saúde deve ser levada muito a séria e deve ser preenchida corretamente.
  • Profissão – Dependendo da sua profissão, seu seguro de vida pode ser mais caro ou inclusive recusado pela seguradora, já que ela pode apresentar mais riscos. Leia mais sobre isso no post: Mudou de profissão? Avise seu seguro de vida

Leia mais sobre Como calcular o seguro de Vida e a importância de ter um no nosso blog!

Inscreva-se em nossa newsletter

Talvez você também goste