6 serviços gratuitos que todos os bancos são obrigados a oferecer

O Banco Central define os serviços obrigatórios que todos os bancos devem oferecer

Escrito por Pedro Da Silva

Apesar de serem regulamentados pelo Banco Central, muitos bancos não oferecem serviços que deviam ser gratuitos. Esse pacote de serviços deve oferecer a possibilidade de fazer operações básicas sem ônus para o cliente e são imprescindíveis para as movimentações mais básicas em uma conta. Conheça os 6 serviços gratuitos que todo os banco são obrigados a oferecer:

Cartão de débito obrigatório e limite de saques

Todo banco deve oferecer um cartão de débito para o cliente e a possibilidade de realizar até quatro saques em guichês ou terminais de autoatendimento a cada mês. Para o extrato do mês retirado em guichês ou terminais, o limite é de duas vezes.

Extrato consolidado

Também deve ser encaminhado a cada ano o extrato que demonstra cada uma das taxas e tarifas cobradas mensalmente, tanto na conta corrente quanto na poupança.

Segunda via gratuita do cartão de débito

Quando o cartão de débito perde a validade, o banco deve enviar um novo cartão com validade atualizada. O envio gratuito não é obrigatório em casos de perda ou roubo.

Transferência gratuita

Você pode realizar duas transferências mensais entre contas do mesmo banco gratuitamente. As transferências gratuitas valem para guichê, terminais de autoatendimento ou internet.

Cheques

Cada cliente tem direito a ter dez folhas de cheque a cada mês. É necessário, entretanto, ter os requisitos básicos para utilizar o serviço.

Conta salário

Pode acontecer da empresa em que você trabalha não pagar o salário na sua instituição bancária. Nesse caso, é possível optar por abrir uma “conta-salário” na instituição desejada. Essa conta permite que apenas o depósito do salário seja feito e tem como principal vantagem poder fazer transferência para a sua conta principal sem que seja necessário pagar taxa alguma. Só é necessário pagar tarifa caso a transferência seja feita em parcelas. Caso contrário, a tarifa de transferência entre bancos não existe, algo comum no caso de transferências tradicionais.