Ouvimos constantemente falar em turismo sustentável, mas será que sabemos o que isso significa na prática?

Neste artigo, vamos entender melhor sobre esse conceito e porque ele é tão importante para a sociedade, além de conhecer dicas para viajar sem prejudicar o planeta. 

O que é turismo sustentável 

Com os avanços tecnológicos e crescimento do poder aquisitivo da população, nos últimos anos aumentou o número de pessoas que viajam e, consequentemente, os impactos negativos do turismo também.

Os prejuízos do chamado “turismo predatório” vão além dos danos ao meio ambiente. Além de ser responsável por causar o esgotamento dos recursos naturais, ele também pode causar um desequilíbrio social e a descaracterização da cultural local.

Por isso, o turismo sustentável busca atender simultaneamente às necessidades dos viajantes e das comunidades locais, preservando os recursos naturais e garantindo o crescimento econômico da atividade.

Dessa forma, ao planejar uma viagem, cabe a nós pensar em como podemos promover um turismo que contribua para a qualidade de vida e a valorização da cultura das comunidades, a preservação ambiental e a sustentabilidade econômica da região que visitamos.

Pilares do turismo sustentável

O conceito de turismo sustentável se apoia em três pilares. São eles:

  • Pilar ambiental – conservação da natureza e redução de resíduos tóxicos.

É importante que cidades e regiões turísticas consigam se adaptar aos parâmetros de preservação ambiental e criar ações que reduzam os danos à natureza e ao meio ambiente.

  • Pilar econômico – incentivar os negócios locais.

O apoio aos negócios locais é essencial para estimular o desenvolvimento e a inclusão de mais pessoas no mercado de trabalho, além de incentivar práticas locais como o artesanato.

  • Pilar social – respeitar a cultura e a população local.

Hábitos, culturas e tradições de diferentes lugares devem ter suas identidades conhecidas e divulgadas globalmente.

O turismo sustentável sob o ponto de vista desses três pilares assume o seu papel em contribuir para práticas de inclusão social e desenvolvimento.

10 atitudes do viajante sustentável

Agora que você já entendeu o conceito de turismo sustentável, vamos ver como é possível colocá-lo em prática com 10 atitudes simples:

1. De preferência por voos diretos

Os aviões são grandes emissores de dióxido de carbono. Para ajudar na redução, dê preferência por voos diretos e elimine distâncias desnecessárias.

2. Evite atividades turísticas com animais

Andar de elefante ou tirar fotos com os golfinhos podem render ótimas selfies, mas, talvez você não saiba que a maioria dessas atrações acoberta uma rotina de maus tratos, além de contribuir para o desequilíbrios do ecossistema e incentivo a captura ilegal de animais.

3. Apoie o comércio local

O turista consciente valoriza o trabalho de artesãos locais a fim de gerar renda e estimular a economia da comunidade. 

Prefira contratar guias turísticos locais em vez de grandes agências de turismo.

4. Descarte seu lixo em local correto

Você é responsável pelos seus resíduos, portanto, nada de deixá-los pelo caminho e poluir o meio ambiente. Se não houver coletores de lixo no local em que está, guarde-o com você para descartar em local apropriado assim que possível.

5. Prefira deslocar-se a pé

Faça seus passeios a pé ou em bicicleta para evitar a emissão de gás carbônico. 

Deixe os veículos motorizados para trechos mais longos e dê preferência ao transporte público sempre que possível.

6. Evite desperdício de água e energia

Informe ao seu local de hospedagem que não é necessário realizar a troca diária de toalhas e roupas de cama. 

Não se esqueça também de apagar a luz e desligar o ar condicionado ao sair do quarto do hotel.

7. Consuma alimentos regionais e da estação

Ao optar por consumir produtos típicos e alimentos da estação, o viajante contribui para um consumo mais consciente e de menor impacto ambiental.

8. Respeite os costumes locais

Vista-se de acordo com os costumes da região, principalmente quando visitar templos e outros locais sagrados.

9. Viaje na baixa temporada

Quando possível, viaje em épocas de baixa temporada para não sobrecarregar ainda mais o destino visitado. 

10.Escolha com cuidado as empresas prestadoras de serviços

Dê preferência a agências de turismo, hotéis e outros estabelecimentos que adotem práticas de responsabilidade social e sustentabilidade.

Verifique se o estabelecimento contribui para a conservação ambiental e desenvolvimento da comunidade local. 

Viajar é mais que conhecer novos lugares e desbravar caminhos. É vivenciar a cultura local, respeitando a natureza e considerando os impactos e as necessidades da comunidade por meio das boas práticas do turismo sustentável.

Está com a viagem marcada, mas ainda não fez o seu seguro viagem? Acesse nosso site e escolha a melhor opção para o seu destino e para o seu bolso.