Seguro Viagem

Saída do Reino Unido da UE – Isso afeta o turista?

Saída do Reino Unido da UE
1

Desde quando a saída do Reino Unido da UE foi anunciada no dia 24 de Junho que muitas dúvidas tem circulado, inclusive existe a preocupação de como essa decisão pode afetar o turista.

Hoje a ComparaOnline vem tranquilizar você que tem viagem marcada, dizendo que a saída do Reino Unido da UE não prejudica em nada o turismo, em especial o turista brasileiro. Veja como tudo já funcionava e como vai funcionar:

 

Espaço Schengen

 

Espaço Schengen permite com apenas um visto estampado no passaporte conhecer os países membros: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça. Ou seja, o Reino Unido nunca esteve nessa lista e sempre teve um controle de entrada de imigrantes mais rigoroso que o restante da Europa. Sendo assim, a saída do Reino Unido da UE não muda em nada os requisitos que o turista já teria que cumprir para conseguir o visto de entrada.

 

Entrada ao Reino Unido

 

A entrada ao Reino Unido é concedida ou não no momento de passar pela imigração e ela mesmo determina quanto tempo você poderá permanecer no país. A saída do Reino Unido da UE não necessariamente vai dificultar a entrada do turista ao país, porque a imigração continuará avaliando os mesmos critérios que já avaliava. A única coisa que pode dificultar a entrada do turista brasileiro ao Reino Unido é o agravamento da crise econômica do Brasil, fazendo o turista desconsiderar a ideia de viajar por falta de recursos, nada mais.

 

Moeda

 

O Euro é a moeda de 19 países europeus, moeda esta que o Reino Unido nunca adotou, o que nos dá mais um motivo para ver que a saída do Reino Unido da UE não causará nenhum impacto nesse aspecto. No entanto, o comportamento da Libra daqui para a frente é incerto. Pode haver desde a estabilidade até uma grande depreciação da moeda em relação às outras. A dica para quem vai viajar é comprar aos poucos.

 

Seguro Viagem

 
O Reino Unido nunca exigiu um seguro viagem específico e talvez não faça nenhuma exigência mas já sabemos que não é recomendável viajar sem. Fora todos os problemas que podemos evitar ao contratar um seguro viagem, existe as duas questões econômicas já mencionadas. Viajar com o real desvalorizado e ainda ter que pagar por algum serviço urgente em libras que tende a ser incerto por um tempo, pode representar um problema financeiro não apenas na sua viagem mas depois dela. Se precisar de alguma recomendação, é só acessar o nosso site.

 

 

Talvez você também goste
primeira viagem internacional
Conselhos para fazer um seguro de viagem internacional
Quais as diferenças entre o seguro viagem e seguro do cartão?
Quais as diferenças entre o seguro viagem e seguro do cartão?