Seguro Auto

Por |2019-01-15T13:13:55+00:0015 / jan / 2019|
Quais as regras para o envelopamento de carros?5 min read
5 (100%) 1 voto

Proteção da pintura, customização e facilidade na hora de lavar o carro! Tudo o que você precisa saber para acertar na hora de envelopar o seu veículo.

Alterar algumas características originais dos veículos já é uma prática comum entre os brasileiros. Alguns proprietários buscam modificar a aparência do carro. Outros, desejam proteger a pintura original ou divulgar produtos e serviços. Você sabia que tudo isso pode ser feito por meio do envelopamento de carros?

Contudo, é preciso permanecer atento para não cometer alguns erros, principalmente no que diz respeito à legislação. Já conhece o envelopamento? Descubra tudo o que precisa saber para acertar na alteração do seu companheiro de quatro rodas!

O que é o envelopamento de carros?

É a aplicação de uma película adesiva sobre a pintura do veículo, sendo que o proprietário pode optar pela adesivação total ou parcial. O trabalho deve ser realizado por um profissional especializado e vale lembrar que o sucesso do envelopamento de carros depende do tipo de material utilizado. Atualmente, existem três tipos: PVC Vinil (nacional e importado), Poliuretano e envelopamento líquido.

O PVC Vinil apresenta melhor custo quando comparado aos demais e, por isso, é um dos mais utilizados. Além disso, oferece boa resistência e durabilidade (principalmente o importado).

O envelopamento de carros com poliuretano apresenta alta resistência e protege a pintura de arranhões e batidas leves. Esse material é transparente, uma vez que seu foco é a proteção. Portanto, ele não possibilita a alteração da cor original e a customização do veículo.

Já o envelopamento automotivo líquido é recente no mercado brasileiro. Feito a partir da utilização de tinta, apresenta vantagens como a eliminação de riscos e bolhas que podem resultar da aplicação mal sucedida dos outros dois tipos de material, de modo que o custo é um pouco maior. Contudo, oferece proteção dos raios solares e permite o uso de buchas na lavagem do carro.

Quais são as vantagens?

O envelopamento de carros traz  algumas vantagens, tais como:

  • proteção da pintura contra pequenos arranhões;
  • proteção contra a ação da chuva, sol e sereno;
  • proteção contra colisões com pequenas pedras durante viagens;
  • camuflar pequenos arranhões;
  • altera o design do carro (customização);
  • aproximadamente 60% mais barato que uma repintura;
  • facilidade na limpeza do carro por não demandar o uso de ceras e pasta, basta utilizar água e shampoo neutro.

Qualquer carro pode ser envelopado?

Qualquer carro pode ser plotado. Entretanto, o adesivo foi projetado para ser aplicado em pinturas sem imperfeições e com verniz original. Nessas condições, a retirada do material não causará danos à pintura. Se as superfícies já apresentarem algum estrago, pode ser que ele se destaque quando o envelopamento for removido.

Em condições ideais, a garantia da película é de aproximadamente 7 anos. Verifique junto ao instalador as condições! Além disso, se você deseja usar o envelopamento para alterar a cor do veículo, é necessário ficar atento à legislação.

O que diz a legislação sobre o envelopamento de carros?

Quando o envelopamento automotivo objetiva a mudança de cor, é necessário regularizar a situação junto ao Detran. No entanto, isso só será necessário se você alterar mais que 50% da cor da superfície do veículo, excluindo-se os vidros e alterações de tonalidades brilhantes para as foscas.

Para regularizar o carro, será necessário adquirir uma autorização por meio do pagamento de uma taxa e apresentação dos documentos — de identificação, CPF e documentação do veículo. Só assim é possível obter um novo CRV.

Trafegar em desacordo com a lei acarreta algumas consequências. Segundo o CTB (artigo 230, VII), conduzir um automóvel com a coloração alterada, sem prévia autorização, caracteriza infração de natureza grave. Nesse caso, além de multas, o veículo pode ser apreendido.

A legislação é reforçada ainda pela Portaria 159 do Contran. Ela estabelece que na legalização do envelopamento, o veículo deverá passar por uma inspeção para a emissão de um novo Certificado de Segurança Veicular.

Realizar o envelopamento de carros pode ser interessante, não é mesmo? O segredo é procurar lojas especializadas e não perder de vista as regras. Fique de olho nos documentos e procedimentos exigidos pelo seu estado!

Agora que você já sabe tudo o que precisa sobre o envelopamento, assine nossa newsletter para ficar por dentro de outras novidades!

Inscreva-se em nossa newsletter

Talvez você também goste