Seguro Auto

Entenda os valores e pontos perdidos nas multas de trânsito

multas de trânsito
0

Multa de trânsito por dirigir com farol quebrado, avançar sinal vermelho, transitar pela faixa de ônibus, parar na faixa de pedestre. Saiba quanto pode custar cada uma dessas infrações e outras. Continue a leitura!

A legislação ficou mais rigorosa e deixou as multas de trânsito até 66% mais caras, após um pacote de mudanças do governo que tenta reduzir o número de mortes até 2020. O número de multas de trânsito aplicadas no Brasil vem crescendo consideravelmente. Para se ter uma ideia, de acordo com dados do Renainf a arrecadação com essas penalidades teve um aumento de 273% e o número de infrações subiu 195% nos últimos 5 anos.

Apesar de muitos agirem com negligência e imprudência, alguns motoristas falham por falta de conhecimento. Mesmo fazendo aulas teóricas e práticas para tirar a CNH, é comum confundir as regras existentes, ou mesmo esquecê-las com o passar do tempo. O problema é que, além das multas aplicadas, pontos são adicionados na carteira e, em determinados casos, podem levar o condutor a ter a CNH cassada.

Para ajudar você a se informar mais sobre esse assunto, apresentaremos a seguir algumas infrações, bem como os novos valores de multas de trânsito mais comuns e os pontos que elas adicionam na carteira.

Multa por pneu careca

Muitos motoristas deixam para fazer a revisão do carro apenas quando vão viajar. Saiba que esse é um grande erro! A multa para o motorista que rodar com o pneu careca, R$195,23, com perda de 5 pontos na carteira e a retenção do veículo até a regularização. Fique atento ao prazo certo para troca de pneus e para não aumentar as chances de acidentes e prejuízos.

Multa por o farol quebrado ou queimado

Outra infração relacionada à manutenção é transitar com o farol queimado ou quebrado. Se o facho de luz estiver muito alto ou o farol estiver quebrado ou queimado, o motorista será multado no valor de R$195,23, além de ter 5 pontos na carteira e o seu veículo retido até a regularização.

Multa por dirigir embriagado

Dirigir sob efeito de álcool sempre foi proibido. No entanto, em 2008 entrou em vigor a Lei Seca, que alterou diversos artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), impedindo a condução por motoristas que tenham qualquer concentração de álcool ou outras substâncias psicoativas no sangue.

Nesse caso, a multa por dirigir embriagado causa a apreensão da carteira de motorista, 7 pontos no prontuário e o pagamento de R$2.934,70. Quem for enquadrado na Lei Seca também pode ter a CNH suspensa ou mesmo perder a carteira. Se o estado do motorista for considerado grave ainda há possibilidade de detenção pelo período de 6 meses a três anos.

Avançar sinal vermelho

Um hábito muito recorrente dos brasileiros é avançar o sinal vermelho. Essa violação pode causar graves acidentes e, por isso, também tem penalidades de trânsito. A infração é de natureza gravíssima, a multa por avanço de sinal é de R$293,47 com perda de 7 pontos na carteira.

Multa por transitar pela faixa de ônibus

Motoristas que são flagrados — por câmeras ou agentes de trânsito — trafegando pelas faixas exclusivas para ônibus, são autuados com 7 pontos na CNH e obrigados a pagar uma multa de R$293. De acordo com o Código de Trânsito, apenas ônibus, ambulâncias, vans escolares e táxis podem andar por esses locais.

Multa ultrapassar pelo acostamento

Ultrapassar pelo acostamento é uma prática muito frequente, principalmente para quem quer se livrar de filas quilométricas nas estradas. No entanto, essa é uma infração classificada como gravíssima, que gera 7 pontos na carteira e exige o pagamento de multa no valor de R$957,00. Em caso de reincidência no período de 12 meses, a multa por ultrapassar pelo acostamento pode chegar ao valor de R$1.915,00.

Parar na faixa de pedestre

São várias as multas relacionadas à faixa de pedestre, mas cada uma tem seu valor e conta um número de pontos diferente na carteira dependendo da gravidade do ato. O condutor que parar o veículo na faixa de pedestre, por exemplo, será submetido ao pagamento de R$88,38 e 3 pontos na carteira.

Uma dúvida frequente de muitos motoristas é se é permitido dirigir descalço. A boa notícia é que sim! Outra pergunta recorrente é sobre o que pode acontecer com o não pagamento das multas de trânsito. Há uma série de transtornos que podem ser gerados pela falta de pagamento, como a impossibilidade de licenciar o veículo e ter a venda dele impedida. Portanto, não deixe de quitar todas as multas mas, antes de tudo, fique atento para não cometê-las!

Falando em segurança, não esqueça do seguro auto! Ele garante a proteção que você precisa em caso de acidentes e colisões. Faça uma cotação aqui na ComparaOnline e encontre ofertas das maiores seguradoras do mercado e o melhor preço.

 

Leia também:

Valores de multa de trânsito: custos e penalidades

Recorrer multas: Manual de como contestar uma notificação indevida

Talvez você também goste
Seguro popular vale a pena?
Você sabe o que é geometria da suspensão do auto?